Concursos

Publicidade

Concursos Recentes - Civis e Militares

Colhendo Frutos - 2012/2013

Para entrar em contato com o autor, clique aqui, por favor.

Colhendo Frutos - 2012/2013

Temos como norte de nosso trabalho desabrochar em nossos alunos o prazer em aprender e a capacidade de continuar descobrindo sozinhos.

É claro, entretanto, que os objetivos imediatos também devem ser atingidos!

Por conta disso, comemoramos um ano de muitas realizações e sucesso.

Parabenizamos todos aqueles que atingiram suas metas; seja obter a aprovação na escola, seja ser classificado em seu concurso, seja aprender algo há muito desejado.

Como prêmio pelo empenho de todos, tivemos a felicidade de ter o PRIMEIRO LUGAR do Colégio Pedro II - campus Centro - e segundo lugar geral no concurso de acesso ao 6° ano do ensino fundamental; além de meninos e meninas aprovados e classificados em outras importantes escolas do Fundamental (Colégio Militar e CAP da UERJ), além de outras posições de destaque - no vestibular para o curso de Engenharia da Uni-Rio e no concurso de acesso ao mestrado em Engenharia de Produção da COPPE - dos mais velhos.

Alcançamos, portanto, novamente um outro patamar: além de termos um porcentual bastante elevado de aprovações (aprovações de fato; seguidas de matrículas), também marcamos mais uma vez nossa presença nas primeiras posições de concursos com perfis bem distintos, para públicos, a priori, completamente diferentes.

Mas percebam que não pusemos uma faixa no nosso site nem no nosso local de trabalho. E não fizemos isso porque, apesar destes resultados serem importantes, o mais importante mesmo nós temos conquistado ininterruptamente todos os anos desde que iniciamos há quase duas décadas atrás. O mais importante é podermos constatar o quanto todos crescemos no período em que estivemos juntos: professores, pais, alunos bem colocados, alunos mal colocados e até mesmo aqueles que sequer conseguiram classificação. Pais ansiosos, alunos perdidos, professores obstinados. Suor, montanhas de restos de borracha, alunos, pais e professores inconformados, e, às vezes, até lágrimas. Não há como trabalhar em grupo e mudar tanta gente em tão pouco tempo sem se deixar carregar por este turbilhão de emoções e de mutações.

Devemos esse maravilhoso resultado - o que podemos mostrar e o que só dá para "ver" fechando os olhos e vivendo -  à família Escola de Mestres: alunos, professores e pais, que constroem diariamente tanto os dados aqui apresentados quanto os novos alunos, professores e pais que morrem e renascem, mais fortes e resolutos, do que resta de nós todos os anos.

Agradecemos a confiança em nosso trabalho e em nossa proposta pedagógica.